Outplacement – Saiba o que é e como adotar uma demissão humanizada

Você já ouviu falar em outplacement? O termo implica em um processo que busca ajudar o funcionário demitido a se recolocar mais rapidamente no mercado de trabalho, orientando essa pessoa durante e após o período da demissão.

Esse procedimento é praticado no Brasil desde os anos 80 e visa minimizar os impactos negativos da demissão, auxiliando o profissional a encontrar um novo trabalho além de conceder suporte emocional ao ex-funcionário.

A metodologia do outplacement, diferentemente de uma assessoria, não é focada apenas na recontratação do profissional, mas sim na valorização e preocupação com o acolhimento psicológico do mesmo. Por isso, a prática é extremamente útil para que a empresa ofereça meios para que o ex-funcionário possa enfrentar o mercado de trabalho atual, deixando mais preparado para passar por entrevistas, dinâmicas e exigências dos recrutamentos.

Com o outplacement a empresa passa então a adotar uma admissão mais humanizada, ou seja, ela assume práticas voltadas para um desligamento justificado, comunicado e explicado de forma bastante cuidadosa. Além disso, leva-se em consideração o respeito pelo colaborador e por toda sua trajetória na empresa.

Como aderir a esse processo de desligamento?

Vários procedimentos podem ser adotados em conjunto para que a demissão humanizada seja efetiva. Conheça alguns desses processos:

Tenha um ambiente reservado para anunciar o desligamento

Para começar o processo demissional de um funcionário é necessário definir um local reservado, incluindo apenas o gestor e o funcionário. Além do RH, apenas os dois poderão ter acesso aos documentos e às informações direcionadas na reunião. Por esse motivo, é importante ter cuidado para que esses dados não sejam vazados.

Agradeça o colaborador

Independente do motivo da demissão, demonstre gratidão ao colaborador pelo tempo de serviço prestado e reforce que ele foi importante para a empresa até aquele momento — aponte pontos positivos da sua jornada na empresa e eleve sua autoestima. Afinal, a demissão de um funcionário é um momento de bastante sensibilidade. No entanto, não se esqueça de deixar claro o porquê de ele não fazer mais parte do quadro da equipe.

Fale com o colaborador pessoalmente

Não informe o desligamento do funcionário por telefone ou e-mail, o profissional deve ser tratado com respeito em todos os processos da empresa. Portanto, faça o anúncio presencialmente com a presença do gestor direto.

Ofereça suporte

É importante que o ex-funcionário sinta que tem o apoio da empresa. É nesse momento que o outplacement será uma ferramenta importante para auxiliar a recolocação do funcionário.

Quais são os benefícios do outplacement e da demissão humanizada?

Além dos benefícios que ele traz para o ex-colaborador, o outplacement também favorece a empresa. Destacamos algumas vantagens:

Consolidação da imagem da empresa

O incentivo e valorização dos empregados é algo muito importante para ser explorado pelas organizações. Essa prática aplicada no processo de demissão contribui de maneira muito positiva para a imagem institucional da organização, além de fazer com que a empresa se destaque não só no mercado de trabalho, mas também consiga vantagens em relação à concorrência.

Contenção dos impactos

Uma vez que o funcionário se sente amparado pela empresa e se sente mais reconhecido pela sua trajetória na empresa os impactos negativos do processo diminuem, além de afetar menos o engajamento da equipe. Lembrando que as organizações com boa relação social e no tratamento com os funcionários são bem-vistas pelos clientes e pelos stakeholders.

Redução de processos trabalhistas

Como consequência de um processo de desligamento que preserve o relacionamento e indique valorização do profissional, o outplacement também diminui a probabilidade de um processo trabalhista, a não ser que tenham realmente ocorrido irregularidades ou abusos morais por parte de gestores e líderes durante o período em que o funcionário estava empregado.

Agora que você entende o que é outplacement e como ele pode ajudar a sua empresa, fica mais fácil propor essa prática e estender a atuação do RH.