Tendências do trabalho – a sua empresa está pronta para o futuro?

Embora o avanço tecnológico, a globalização e as mudanças demográficas tenham gerado grandes transformações em uma escala mundial, não podemos negar que a crise sanitária do COVID 19 acelerou muitos processos mais cedo do que esperávamos.

Enquanto algumas empresas estão se adaptando de forma super dinâmica e pronta para abraçar os novos desafios e tendências futuras do contexto corporativo, outras ainda estão com dificuldade de acompanhar essas mudanças e traçar um novo rumo.

Por isso, nesse artigo, vamos trazer as principais tendências do futuro do trabalho. Para que a sua empresa possa se beneficiar dessas mudanças e que os próximos anos sejam promissores e empolgantes para seu negócio. Acompanhe!

Tendências do futuro do trabalho que você não pode perder:

Modelos de trabalho flexíveis

O trabalho híbrido veio para ficar! O modelo de trabalho flexível não é uma novidade pós pandemia, mas está se tornando cada vez mais comum neste novo cenário. Estima-se que 70% da força de trabalho trabalha atualmente em caráter de home office em alguns dias do mês. Inclusive, grandes empresas já declararam que seus colaboradores poderão trabalhar remotamente para sempre, oferecendo possibilidades flexíveis de trabalhar remotamente, independentemente da pandemia.

Transformação digital por escolha própria

A última transformação digital que sofremos foi, infelizmente, causada por uma crise sanitária. Contudo, umas das tendências do futuro do trabalho é o pensamento inovador, ou seja, inovar sem depender de alguma situação generalizada. Quase todas as empresas já notaram que muitas atividades, quando realizadas remotamente, são mais eficazes, além de reduzirem gastos desnecessários e economizarem tempo. Portanto, tornar-se digital e acompanhar a tecnologia do mercado é uma das principais tendências de trabalho do futuro.

A geração Z é o futuro

Essa é uma afirmativa que não podemos negar. Apesar de ainda não ser a maioria, a geração Z já está impactando nos negócios do mercado de trabalho. Sua quebra de paradigmas nos negócios, tecnologia, meio ambiente, política, consumo e cultura será como qualquer outra geração. É necessário compreender quais são seus valores fundamentais, aspirações de desenvolvimento profissional, estilos de trabalho, comportamentos e postura em relação à diversidade.

Isso tudo sem contar que essa nova geração está antenada nas soft e hard skills e se preocupa com a cultura das empresas. As organizações que conseguirem atraí-la vão construir equipes multigeracionais com diversidade cognitiva.

Recrutamento mais digital

Contratar pessoas de qualquer lugar do mundo já é comum para as empresas tech. Essa é uma tendência que continuará crescendo e, para conquistar talentos mais amplos e diversificados fora de sua comunidade local, implicará em novas estratégias de recrutamento.

O processo de contratação virtual terá o dever de transmitir valores culturais, discutir metas futuras e oportunidades de desenvolvimento profissional para atrair novos talentos, além de garantir uma experiência de onboarding virtual bem-sucedida e reter pessoas ao longo do tempo.

IA para a maioria dos processos

Insights do LinkedIn U.S. Emerging Jobs Report demonstram que a contratação de especialistas em IA aumentou 74% nos últimos quatro anos.

Isso prova uma nova mudança nas funções de trabalho: em vez de contratar funcionários com habilidades para realizar tarefas permanentes de escritório, a tendência é construir mais equipes cognitivas e baseadas em conhecimento com habilidades orientadas para tarefas.

Seguir as tendências futuras somente para não “ficar para trás” não é a motivação que a sua empresa precisa. É necessário, portanto, fazer com que essas práticas sejam parte de cotidiano da organização e não que essas ações sejam forçadas.

Além disso, a sua empresa deve construir cultura pronta para o futuro para responder aos desafios que estão em terreno sólido.